DANÇA UNE ANGOLA, BRASIL E FRANÇA

Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

image

 

 

Por: Zeca Quequenia

 

 

“Uma volta ao mundo das danças urbanas” é um projecto concebido para girar em 10 cidades. Na quarta-feira (29) deu-se, a propósito, no centro cultural Brasil-Angola uma conferencia, em dança, que teve como prelectora a coreógrafa e investigadora brasileira Ana Pi.

 

 

Em conversa com a YETWENE, investigadora salientou que a conferencia, ligada às danças urbanas, está em Luanda com o objectivo de “criar uma conexão artística entre Brasil, França e Angola”.

 

 

Ana Pi fez uma abordagem histórica de 10 danças urbanas que surgiram entre 1940 e 1980. Essas danças eram formas de manifestação dos negros e todos que eram discriminados por causa da cor da pele, por opção sexual, por serem pobres e viverem em bairros suburbanos.

 

 

A pesquisadora discorreu sobre o PANTSULA, dança que nasceu na cidade de Soweto, África do sul, por volta de 1980. Os negros sul africanos contestavam através dessa dança o racismo imposto pelo APARTHAID ( sistema político que vigorou entre 1980 à 1992 na África do Sul).

 

image

 

 

Algumas danças pelas quais a especialista se debruçou foram:
– HOUSE (CHICAGO-EUA,1980)
-THEKRUMP(LOS ANGELES-EUA,1990)
-BRAEK DANCE(NOVA Iorque -EUA 1970)
-POP, HIP HOP(NOVA Iorque 1990)
-DUBSTEP(LONDRES)
-VOGUING(NOVA Iorque 1970)
-DANCEHALL(KINGSTON-JAMAICA1970)
-PASSINHO, FUNCK( RIO DE JANEIRO-BRASIL)
-KUDURO(LUANDA- ANGOLA NA DECADA DE 90)

 

 

Esta “volta às danças urbanas” em Luanda é uma parceria entre a Aliança Francesa de luanda e o centro cultural Brasil-Angola.

 

 

O evento vai continuar em algumas cidades da África. A próxima parada será Bamaco(Mali), a seguir Abdjam (Costa do Marfim), Níger, Burkina Faso. A 28 de julho termina na Mauritânia.

 

 

As danças urbanas reflectem diversos acontecimentos que marcaram e continuam a marcar o mundo, todos esses fenómenos são transformados em passos de danças que continuam a animar várias cidades e casas nocturnas.

image

 

MESTRE NA DANÇA

 

 

ANA Pi, nasceu em Belo Horizonte, Brasil, é graduada pela Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia. Em 2009/10 estudou dança e imagem no Centro Nacional Coreografico de Montpellier (França). Actualmente reside em Paris, onde trabalha como coreógrafa e investigadora de danças urbanas contemporâneas.

 

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz