LUANDA JÁ FOI “PARIS DE ÁFRICA”

Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

A capital de Angola comemora hoje (25 de Janeiro) 440 anos. A revista ‘Yetwene’ reservou o dia para celebrar e com os leitores algumas curiosidades como: quantos eram os primeiros habitantes, quantas eram as primeiras moradias, a primeira igreja e porque é que era chamada ‘Paris de África’.
A cidade nasceu em 1575 quando o capitão português, Paulo Dias de Novais, desembarcava na Ilha do Cabo, estabelecendo, assim, o primeiro núcleo de colonos portugueses: cerca de 700 pessoas, entre elas, de maioria militar. E religiosos, mercadores e funcionários públicos.image
Um ano depois (1576), avançou para terra firme e fundou a vila de São Paulo da Assunção de Luanda, e lançou a primeira pedra para a edificação da igreja dedicada a São Sebastião, onde é o Museu das Forças Armadas.
Em 1634 foi construída a Fortaleza de São Miguel de Luanda. A cidade foi conquistada e esteve sob o domínio dos holandeses. De 1641 a 1648 foi recuperada pelos portugueses, através de uma expedição enviada da Capitania do Rio de Janeiro, no Brasil, por Salvador Correia de Sá e Benevides.
Em 1847 a cidade contava com 144 casas com primeiro andar (incluindo os edifícios públicos), 275 casas terrestre e 1058 cubatas (cabanas de indígenas).
Em 1872 recebeu o nome de “Paris da África”, face ao crescimento que testemunhava.
Fora inicialmente projectada para uma população a rondar os 500 mil habitantes, é hoje uma cidade superpovoada. É a maior e a mais densamente habitada cidade de Angola. Vivem actualmente mais de cinco milhões de habitantes.
Localizada na costa do Oceano Atlântico, é o principal porto e centro administrativo de Angola.image

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz