MEDIATECA DO CUNENE ENTRA EM ACÇÃO

Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
3

Cunene conhece Mediateca

 

Por: Nilton Meirelles(niltonmeirelles@yetwene.online)

A Mediateca do Cunene é inaugurada esta sexta-feira, 18, na cidade de Ondjiva.  Enquadrada na segunda fase do projecto da Rede de Mediatecas de Angola, que prevê até à sua conclusão, construção de 25 Mediatecas em todo território nacional. Conheça a mais nova Infraestrutura de conhecimento naquela província e esteja por dentro do conceito.

A Mediateca do Cunene passa a ser a oitava a entrar em funcionamento, depois das unidades de Luanda {Mediateca 28 de Agosto}, Soyo, Saurimo, Lubango, Benguela, Huambo e Cazenga {Zé Du}, para além das unidades móveis (Mediatecas de Proximidade) que têm vindo a marcar presença pelos vários municípios do país.

Segundo o Secretário de Estado para as Tecnologias de Informação e Comunicação e Coordenador da ReMA , Prof. Dr. Pedro Sebastião Teta, “a Mediateca do Cunene encontra-se equipada com meios tecnológicos e informacionais bem como um acervo bibliográfico multidisciplinar em diferentes formatos” que estarão disponíveis ao público após inauguração.

Durante a mais recente visita de constatação técnica e acompanhamento dos preparativos para sua inauguração, o Coordenador da ReMA salientou que “a infraestrutura é um espaço moderno, de fácil acesso às pessoas sem distinção de estrato social, raça, cultura e religião”.

A Mediateca do Cunene é uma unidade que abarcará diferentes Serviços e repartições como recepção central, zonas de internet , lazer, espaços de leitura e pesquisa, para adulto e infantil, reprografia, e outros serviços inovadores a serem criados de acordo às necessidades dos usuários locais e iniciativas dos próprios profissionais e colaboradores mediante o contacto com a respectiva comunidade.

 

Com a sua abertura, prevê-se que a província do Cunene ganhe mais um espaço académico, lazer, interacção, educação artes e cultura para a própria comunidade, acolhendo actividades e eventos de diversas índoles à semelhança das outras unidades já em funcionamento em diferentes regiões do país.

O Conceito

Do Inglês “Mass-Media” – “ meios de informação/comunicação destinadas ao grande público” e do Grego “Theca” – “ deposito“. É um conceito inovador, que rompe com o conceito tradicional das bibliotecas (depósito de livros).

Implementado originalmente pelos franceses na década de 1970/1980 do século passado, no acme da história moderna das bibliotecas francesas, quando os conteúdos áudio-visuais passaram a ter, a mesma importância cultural que os livros (único item até a época, habituê nas bibliotecas) e foram incorporados como forma de diversificação das ofertas dos produtos e serviços bibliotecários, gerando a conquista de novos públicos para as ditas bibliotecas tradicionais.

As Mediatecas também chamadas de “bibliotecas modernas ou electrónicas” são espaços que disponibilizam ao público a possibilidade de pesquisas na internet e consulta de informação em diferentes formatos : impresso, sonoro, digital e áudio- visuais, tais como : livros, periódicos (jornais e revistas), Cds, Dvs, áudio-livros, E-books(livros electrónicos), documentos multimédia entre outros.

Além de demonstrar a diversificação dos meios de comunicação e o leque de obras disponíveis para pesquisa e recolha de informações, as mediatecas desenvolvem actividades culturais, informação, lazer para o público, e contribuem para a info-inclusão permitindo aos cidadãos o acesso à internet e contacto directo com diferentes tipos de tecnologias de informação e comunicação que crescem aceleradamente nos tempos modernos em que vivemos.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
3
Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz