REDUZIMOS A HUMANIDADE A CURVAS

Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

 

Por: Zulmira Chavana

Eu em casa, com muita coisa a fazer e de repente olho para a tpa2, que quase nada tem para nos oferecer, e vejo uma mulher com um olhar super sexy a encantar com a sua voz!! uhh so sexy like she, just she…!. Aquele ser me deixou embasbacada e tive que, por um momento, desligar o frenesim que é a minha vida e PARAR,

Ela estava tão doce, tão suave, tão rouca que até excitava, ela hipnotizava com suas palavras, ela estava linda, ela era Edmásia Mayembe, uhmm…! Não sei se mais alguém se conecta tanto com um canto. O mesmo ser de quem muito sou apaixonada e acho que tem o controle do mundo, perde-se porque não sabe o poder que tem o encanto, a beleza é importante, mas o encanto é celestial.

Perdem-se porque as confundem.
Perdem-se porque todos admiram a Bernice ahahah!

Desculpa deixei-me levar pelos ventos da actualidade… onde se gasta tanta energia comentando assuntos fúteis, defendemos, a ferro e fogo, “desconhecidos”, admira-se figuras apenas por serem curvilíneas só por isso; reduzimos a humanidade a CURVAS, reduzimos a paixão à VOLUMES…

Mudámos o conceito de beleza colonizada pela Casa Grande “os ossos” e caminhamos lentamente para o precipício das “curvas e volumes” que é mais caro SENHOR, faz-nos baixar muito mais a fundo, submete-nos a piores experiências para conseguirmos uma viagem ao Brasil ou se o papoite for fraco umas injecções ali na vizinha já vai de bom tamanho.

Mulher…

Encontro-me encurralada como quando decido numa discussão do COPO a defender o Kuduro, cedo ou tarde fico com os meus argumentos inválidos (como ousa o Nerú Americano chamar aquilo de música, Jesus!!!)

Reduzimos a música a ofensas e a dança a movimentos “vulvares”, nunca uma dança torna-se tão carnal, tão sexual, tão animal… imitamos movimentos desumanos e chamamos de dança. Há muito que me rendi e minha coordenação motora não ajuda, esperando por danças mais fáceis ahahahahah!

Sinto-me encurralada porque o que realmente se ouve não é brincadeira, existe! os seres que tanto amo estão com uma coragem do caraças, fazem coisas assustadoras por coisas insignificantes,

“Temos muita pressa, a vida é urgente e não ter um iPhone 7 é quase um crime público” ok!

A tal Lace Front Wig vai matar gente. Quem não quer ficar linda com os baby hairs todos lambidos que nem a Sra Burgos? O pior é que ninguém.

Até aí está tudo bem. O problema maior é o que fazer para se enquadrar no actual padrão de “mulher viva”, precisas ignorar a barriga, fingir que está tudo cheiroso, e passar a gostar de pêlos, mantendo uma conversa mental com o lado negro da pessoa, “até não é de todo mal, são apenas pêlos, querida, avança”…!

Ainda assim amo-te, míuda. Amo-te porque realmente consegues parar o mundo, consegues transformar uma festa normal em um evento épico, em que se aceita pagar 2 milhões de kwanzas pelo convite em plena era Trump, mulher tem poder, enfim… por mais voltas que eu dê acabo por falar de mulher, realmente é o centro do mundo, indiscutivelmente, ela é sexy e doce, tem cheiro original (hum que gostoso!) e não falo de perfume…só que o mundo obriga-a a despir-se!!!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Partilha e cria impacto...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz